Home / Uncategorized / Meditar para viver bem
vida

Meditar para viver bem

Meditar para viver bem

Meditar para viver bem

Tão importante quanto à busca pela carreira bem sucedida, está a busca pelo equilíbrio entre mente e corpo. “Dominar-se a si próprio é uma vitória maior do que vencer a milhares em uma batalha,” dizia Buda.

Um número crescente de pessoas tem procurado a meditação, uma prática milenar, para enfrentar um dos problemas mais comuns da vida contemporânea: o estresse.

A meditação faz parte de diversas culturas ao longo dos séculos e envolve diferentes técnicas. Mas os seus objetivos são sempre alcançar o equilíbrio e o autoconhecimento.

Essa procura pelo equilíbrio por meio da meditação traz muitos benefícios, comprovados cientificamente em pesquisas e estudos, para a saúde e o bem estar. Ela encontra-se no meio de dois polos: a concentração e a contemplação. Apesar da associação entre as questões tradicionalmente relacionadas à espiritualidade, a meditação pode também ser praticada como uma forma de desenvolvimento pessoal, dissociada de religiosidade.

A palavra meditação vem do latim meditare, que significa voltar-se para o centro, no sentido de desligar-se do mundo exterior e voltar a atenção para dentro de si. O corpo e a mente entram num estado de relaxamento profundo que ajuda a eliminar o estresse. Em termos neurológicos, a meditação faz aumentar as ondas alfa no cérebro, relacionadas ao relaxamento. Nesse estado, cai o consumo de oxigênio, diminuem os batimentos cardíacos e o metabolismo desacelera. O organismo gasta menos energia para funcionar.

Apesar de alcançar o que os especialistas chamam de estado alterado de consciência, quem medita alcança uma maior percepção do próprio corpo e aprende a lidar melhor com as próprias reações e o pensamento.

O professor Giridhari Dias explica que, na cultura hindu, a ideia é focar a mente em um único ponto para controlá-la. “Isso é fundamental para atingir o equilíbrio, pois, como diz o Bhagavad-gita (livro sagrado hindu), a mente pode ser nosso melhor amigo e nosso pior inimigo, por isso há a necessidade de manter o controle sobre ela”, afirma.

Benefícios físicos

O controle emocional também gera resultados positivos no corpo. A meditação aumenta a imunidade do organismo, reduz a frequência cardíaca e proporciona uma sensação de prazer. Em consequência, gera mais entusiasmo e vontade de viver. E não há restrição para a prática. Qualquer pessoa pode meditar.

É recomendável que o praticante se acomode de forma confortável e faça pelo menos 2 sessões por dia, de 20 minutos.

Há mais de 30 anos, a medicina estuda os benefícios dessa prática milenar, seja para prevenir doenças, para tratá-las ou mesmo servir de atalho para a cura. Segundo pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, a meditação aumenta a atividade na região frontal do cérebro, responsável pela concentração, abstração e atenção.

Outros estudos nessa linha também apontam a meditação como uma forma de retardar o envelhecimento, melhorar a qualidade de vida de doentes graves e auxiliar na redução do consumo de cigarro, álcool e outras drogas.

Em outro estudo, publicado no American Journal of Cardiology, 202 idosos e hipertensos meditaram sistematicamente, ao longo de 18 anos, duas vezes ao dia, durante 20 minutos.

Na comparação com os efeitos produzidos apenas por medicamentos, a meditação diminuiu em 49% as mortes por câncer, em 30% as decorrentes de problemas cardiovasculares e em 23% as provocadas por doenças em geral.

A respiração é um elemento chave na meditação. Um dos caminhos possíveis para aqueles que nunca se aventuraram nesse terreno é começar pela ioga, para aprender técnicas de expiração e inspiração, e adquirir a chamada consciência corporal.

Conheça mais algumas dicas:

Algumas sugestões para por em prática a técnica básica da meditação. Inspire e expire sempre pelo nariz:

1. Com uma roupa confortável e os pés descalços, sente-se num local onde se sinta bem acomodado. Se for numa cadeira, fique na ponta para apoiar os pés no chão. Numa almofada, cruze as pernas.

2. Encaixe os quadris e mantenha a coluna ereta. Solte os ombros para não forçar a musculatura. Evite mudar de posição, mesmo que sinta dor e desconforto. Isso facilita a concentração e evita os pensamentos dispersivos.

3. Para manter a cabeça na linha da coluna, incline levemente o queixo para baixo até que ele fique paralelo ao corpo. A língua no céu da boca facilita a passagem da saliva. Mantenha os olhos semiabertos e fixos num ponto para não adormecer.

4. Coloque a mão direita sobre a esquerda e uma a ponta dos polegares. Repouse as mãos nesta posição em seu colo. Então, procure esvaziar a mente, sem se concentrar em nenhum pensamento.

Gostou das dicas???

Entre em nosso site e conheça nossos produtos.

Leia também...

Alguns Erros que Acabam com a Beleza e Saúde dos Cabelos

Alguns Erros que Acabam com a Beleza e Saúde dos Cabelos Alguns Erros que Acabam …

família bike

Benefícios de Andar de Bicicleta Para Boa Forma e Saúde

Benefícios de Andar de Bicicleta Para Boa Forma e Saúde Benefícios de Andar de Bicicleta …

saúde-dos-pés

Saúde dos Pés Previne Dores e Problemas Futuros

Saúde dos Pés Previne Dores e Problemas Futuros Saúde dos Pés Previne Dores e Problemas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *