Home / Risotex / Quais são os tipos de pele, suas características e como cuidar?
pele bonita

Quais são os tipos de pele, suas características e como cuidar?

Quais são os tipos de pele, suas características e como cuidar?

Quais são os tipos de pele, suas características e como cuidar?

A pele, o maior órgão do corpo humano, é caracterizada como essa estrutura elástica que, apesar de flexível, também é muito resistente, protegendo assim toda a superfície do nosso corpo.

Além disso, a sua grandeza não se dá apenas pela sua extensão, mas também pelas inúmeras funções que ela acumula, tais como o controle e regulação da temperatura e umidade do corpo, além de nos proteger contra infecções e agentes externos.

Esse órgão tão complexo possui variações que são determinadas pela genética que cada um de nós carrega, porém fatores tanto externos quanto internos são capazes de mudar o estado da nossa pele.

Tipos de pele e suas características

Os diferentes tipos de pele carregam características específicas, quanto à textura, opacidade, tamanho dos poros, dentre outros traços:

Pele Normal

A pele normal é caracterizada por ser uma pele extremamente equilibrada. Sua textura normalmente é fina, flexível, muito macia e aveludada.

Por possuir a quantidade exata de hidratação e oleosidade, a pele normal acaba sendo a que exige menos cuidados, estando livre de manchas e o aparecimento de espinhas. Por ser balanceada, os poros da pele normal são pequenos e imperceptíveis.

Como tudo que está em perfeito equilíbrio, a pele normal é o tipo menos recorrente na fase adulta. Porém, quando somos crianças, aquela pele de bebê que todo mundo acha linda, é a famosa pele normal.

Pele Oleosa

A pele oleosa tem como principal característica a alta produção de sebo. Esse excesso de oleosidade fica acumulado no interior dos poros, fazendo com que eles fiquem mais dilatados e, portanto, mais visíveis.

A produção exacerbada de gordura pode ter diversas causas, tais como: mudanças hormonais, estresses ou até mesmo efeito colateral de medicamentos.

Além disso, a abundância de gordura produzida acarreta em uma aparência mais brilhosa da pele e uma textura mais oleosa, ao mesmo tempo em que é pálida e muito grossa.

Pele oleosa e a acne

Por conta desses fatores, a pele oleosa é a que possui maior tendência a desenvolver a famosa e detestada acne.

Existem dois tipos de acne: a retencional, que forma os comedões, aqueles cravos tanto pretos como brancos, e a inflamatória, que é a espinha de fato.

Na pele oleosa, é comum o aparecimento dos dois tipos de acne, por isso que tratamentos para controlar o excesso de oleosidade também tendem a diminuir as espinhas e cravos.

Nesse tipo de pele, as acnes aparecem não só no rosto, mas também na região das costas, colo e peito.

Pele Seca

Esse tipo de pele tem como traço mais marcante a incapacidade de reter a quantidade de água necessária.

Isso ocorre porque a pele seca não possui os fatores de hidratação naturais (FHNs), como os aminoácidos, ureia e ácido lático, que auxiliam na fixação da água no organismo, pois mantêm a elasticidade e a firmeza, evitando que a pele desidrate.

A retenção de água também se dá pela presença de lipídios, porém a pele seca produz pouco sebo e, portanto, tem poucos lipídios. Assim, não há volume de água suficiente, resultando em uma textura mais áspera e opaca. É comum, também, que os poros sejam pequenos e pouco visíveis.

Além disso, ela também apresenta menos elasticidade, maior facilidade para descamar e por vezes pode ter um aspecto de pele “repuxada”.

Por todas essas características, a pele seca é a que possui maior propensão a sofrer com o envelhecimento precoce, como rugas e linhas de expressão, além de ser normal o aparecimento de micro rachaduras.

De todos os tipos de pele, a pele seca é a que requer mais cuidados. Ela ainda pode se dividir em subcategorias: seca, muito seca e extremamente seca. Essas subcategorias só se diferenciam quanto à intensidade das características da pele seca.

Pele Seca e Sensível

A ausência de umidade e sebo na pele seca resulta em uma outra característica muito presente: a sensibilidade.

Isso ocorre porque o sebo possui a função de controlar a barreira da pele. Com a baixa produção, a pele seca fica mais exposta e, portanto, mais vulnerável.

Peles sensíveis se irritam com facilidade, até com a poluição, vento e exposição ao sol, deixando marcas normalmente vermelhas que podem provocar coceiras e, por vezes, até alergias.

Pele Mista

Nesse tipo de pele há uma soma das características de todas as outras. A pele mista também possui um excesso de oleosidade, porém não abrange toda a extensão do rosto, restringindo-se apenas à “zona T”, que envolve testa, nariz e queixo.

Nessas áreas, assim como na pele oleosa, os poros também são muito dilatados e visíveis, justamente por estarem inchados com grandes quantidades de sebo, resultando em um aspecto oleoso.

Nas demais regiões, como nas bochechas e na área dos olhos, a pele pode variar entre seca e normal, sendo a última mais recorrente.

A pele mista é com certeza o tipo de pele mais comum entre as pessoas, justamente por estar nessa zona intermediária, entre a pele oleosa e a pele normal ou, até mesmo, a pele seca.

Cuidados com os tipos de pele

Assim como existem os diferentes tipos de pele, na hora de nós cuidarmos de cada um desses tipos, as atenções se diferem, pois respeitam as especificidades de cada pele.

Por isso, é muito importante saber quais dermocosméticos são adequados para o seu tipo de pele e quais devem ser evitados.

Com a pele normal

Por ser a mais equilibrada, a pele normal é a que requer menos cuidados. Porém, menos não significa que não precise de cuidados.

Se a sua pele é do tipo normal, existem duas atividades que você precisa incorporar na sua rotina: limpeza e hidratação. Assim você conseguirá manter o equilíbrio, pois a limpeza será responsável por retirar a oleosidade e, em contrapartida, a hidratação vai manter a sua pele com a quantidade necessária de água.

Importante que se faça uma proteção e uma intensa hidratação na pele. O Creme Risotex age protegendo as células e os tecidos, auxiliando no combate ao envelhecimento precoce da pele, preservando-a de manchas, rugas e flacidez.

Poder ser usado no rosto: combate cravos, espinhas, clareia manchas de queimaduras de sol, clareia sardas, diminui o ressecamento do rosto, por fatores como o vento, sol e frio. Pode ser usado nas mãos: pois é preventivo e curativo dos ressecamentos e rachaduras causadas por produtos químicos: detergente, sabão em pó, cal, cimento, etc. Clareia, diminui e previne manchas escuras nas mãos, nos pés, previne e combate o ressecamento e rachaduras dos pés, calcanhares e também frieiras.

Entre em nosso site e conheça nosso produtos.

Leia também...

esportes-inverno-1

Exercícios físicos no frio

Exercícios físicos no frio Exercícios físicos no frio Só porque o frio chegou, não é …

açucar

Riscos do consumo exagerado de açúcar

Riscos do consumo exagerado de açúcar Riscos do consumo exagerado de açúcar Os riscos do …

tempo seco

Tempo Seco Agravam as Doenças de Inverno

Tempo Seco Agravam as Doenças de Inverno Tempo Seco Agravam as Doenças de Inverno No …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *